Terça-feira, 18 de Novembro de 2008

Que nunca caiam as pontes entre nós

 

Eu tenho o tempo,
Tu tens o chão,
Tens as palavras
Entre a luz e a escuridão.
Eu tenho a noite,
E tu tens a dor,
Tens o silêncio
Que por dentro sei de cor.

E eu, e tu, 
Perdidos e sós,
Amantes distantes,
Que nunca caiam as pontes entre nós.

Eu tenho o medo,
Tu tens a paz,
Tens a loucura que a manhã ainda te traz.
Eu tenho a terra,
Tu tens as mãos,
Tens o desejo que bata em nós um coração.

E eu, e tu, 
Perdidos e sós,
Amantes distantes,
Que nunca caiam as pontes entre nós.

 

Sinto-me: Muito bem disposto
Estou com está musica na cabeça: Pedro Abrunhosa - Pontes Entre Nós
Publicado por c911 c911eutopias às 12:18
link do post | Comenta com ou sem utopias | Para cuscar comentários (4) | favorito

Eu, Utopias...

Cuscar neste blog

 

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dentro da validade

Que nunca caiam as pontes...

Musicas para nós............

Quando ficamos sem palavr...

Há noites ao luar...........

Katie Melua - 'If You Wer...

De novo para ti.............

Conversa de gajos, sobre ...

Mafalda Veiga - Cada Luga...

A procura de um rumo, par...

A procura de um rumo III

Escritos com teias de aranha

tags

todas as tags

Utopia gostou

prometo

Tantas formas de morrer.....

pantera....

bom dia!!!

duche nos teus braços

A estrela

Fábula do Leão e do Cisne

O Amor de Outra Mulher...

Como Encontrar o AMOR

Saudades

A quantas ando?

Quantos estão a cuscar agora?

online

histates

Quantos são? Quantos são?

Advogados RJ
Advogados RJ
blogs SAPO

subscrever feeds